Cães de Chuva

14.40

Daniel Jonas

Assírio & Alvim

2021 | 9789723721430 | 128 pp.
Mesmo lendo-o longe da fórmula do soneto, Daniel Jonas faz uso do verso livre não como uma muleta arbitrária para melhor exprimir o que inquieta o seu universo, mas como uma arma sem paralelo na poesia portuguesa. Em Cães de Chuva, é precisamente na malha rigorosa que é tecida através da topografia do espaço, da arqueologia da palavra exata, que a sua voz marca o compasso.
A geometria desfaz-se desmorona-se como onda em decomposição.
Categoria: