Biblioteca dos Rapazes

17.80

Rui Pires Cabral

Edições do Saguão

2012 | 9789899811416 | 47 pp.
Os poemas que compõem este livro foram inspirados por velhos romances de
aventuras e exemplares diversos de literatura juvenil, maioritariamente editados
entre as décadas de 30 e 70 do século passado. E quando digo inspirados, digo-o no
sentido mais material possível, já que muitos dos versos publicados nestas páginas
foram originariamente compostos com palavras e expressões recortadas desses
mesmos livros (veja-se, nas páginas finais, a lista das fontes bibliográficas). Por
motivos de ordem gráfica, poética e prática, esses textos primitivos foram depois
passados a computador e desenvolvidos. Mas, em todos os casos, a sua introdução na
página fez-se pelo método artesanal: manualmente, com tesoura e cola.
Quanto às imagens que complementam os textos – e a ideia fundamental deste
livro foi, desde o início, a de casar a poesia com a colagem –, são de natureza e
proveniência muito variadas: revistas e postais antigos, fotografias de anónimos,
velhas enciclopédias juvenis, calendários, monografias fotográficas de cidades
estrangeiras, além das estampas e ilustrações dos livros acima referidos. Em
muitos casos, não foi sem algum remorso que me dispus a cortar e a rasgar esses
comovedores testemunhos de outras épocas – resta-me a esperança de que o leitor
não julgue totalmente inglória a sua destruição.
Categoria: