• Acabar com Eddy Bellegueule Quick View
    • Acabar com Eddy Bellegueule Quick View
    • Acabar com Eddy Bellegueule

    • 18.55
    • Adicionar
    • Édouard Louis Editora Fumo 9789899925403 | 212 pp. Neste seu primeiro romance, escrito quando tinha dezanove anos, Édouard Louis conta a infância e adolescência de Eddy Bellegueule, filho de uma família operária, pobre, do norte de França de finais de 1990. Exibindo de maneira evidente a sua dimensão autobiográfica – o que o tornou polémico, escandaloso e permitiu que se dissesse que, com ele, o seu autor tinha cometido uma traição de classe – «Acabar com Eddy Bellegueule» é a história, contada na primeira pessoa, de um rapaz que sofre na escola, na família e no meio em que vive, a humilhação e a violência verbal e física. Fugir desse meio, onde o racismo, a homofobia e a violência social se reproduzem por força de regras e discursos que não admitem desvios, é o que orienta o percurso de aprendizagem do jovem Eddy. Tanto quanto a história de uma experiência pessoal, este romance tematiza as questões da reprodução social e do exercício…
  • Flauta de Luz, n.º 8 Quick View
  • Artistas Plásticas em Portugal Quick View
    • Artistas Plásticas em Portugal Quick View
    • Artistas Plásticas em Portugal

    • 25.00
    • Adicionar
    • Sandra Leandro Minotauro 2020 | 9789725594155 | 384 pp. São raros os livros dedicados a mulheres artistas em Portugal. Oferecendo-nos uma notável antologia visual, esta obra vem contrariar essa escassez, reunindo um conjunto de estudos ímpares, resultantes de investigação realizada por autores prestigiados, que nos mostram o que de mais criativo se fez e vai fazendo. OS AUTORES: Sandra Leandro, Mariana Roquette Teixeira, Sandra Vieira Jürgens, Ana Raquel Gouveia, José-Luís Porfírio, Emília Ferreira, Raquel Henriques da Silva, Hilda Moreira de Frias, Isabel Nogueira, Maria João Gamito, Paulo Simões Nunes, Laura Castro. AS ARTISTAS ANALISADAS E RETRATADAS: Maria Augusta Bordalo Pinheiro, Ana Hatherly, Lourdes Castro, Helena Almeida, Ana Vieira, Maria Beatriz, Maria José Oliveira, Ana Jotta, Graça Pereira Coutinho, Luísa Cunha, Gabriela Albergaria, Cristina Mateus.
  • O que é arte? Uma conversa com Joseph Beuys Quick View
    • O que é arte? Uma conversa com Joseph Beuys Quick View
    • O que é arte? Uma conversa com Joseph Beuys

    • 17.00
    • Adicionar
    • Volker Harlan Orfeu Negro 2021 | 9789899071063 | 272 pp. O conceito de arte tem de substituir o degenerado conceito de capital. A arte é, em boa verdade, o capital concreto, e isso tem de se tornar consciente. O QUE É ARTE? — UMA CONVERSA COM JOSEPH BEUYS traz-nos a voz de um dos mais influentes artistas do século xx. Joseph Beuys sintetiza nesta «conversa de oficina» (assim apresentada no subtítulo da edição alemã) alguns dos pressupostos centrais do seu trabalho, as motivações e percepções subjacentes ao conceito de «escultura social» e a sua concepção ampliada de arte. O diálogo — entre vários participantes e ao longo do dia 23 de Abril de 1979 — explora a ideia de uma arte indissociável de todas as formas de vida, baseada no pensamento crítico do capitalismo e da democracia, e engloba reflexões sobre ecologia, política e novas formas de dinheiro.
  • Zonas de Baixa Pressão Quick View
    • Zonas de Baixa Pressão Quick View
    • Zonas de Baixa Pressão

    • 19.90
    • Adicionar
    • António Guerreiro Edições 70 2021 | 9789724424651 | 500 pp. Publicadas originalmente no suplemento Ípsilon do jornal Público, as crónicas reunidas neste livro, de um modo geral, reivindicam uma condição de autonomia em relação à circunstância imediata na qual quase sempre tiveram origem: são micro-ensaios que praticam o nomadismo próprio da disposição teórica e que circulam livremente, desdenhando das fronteiras disciplinares, por territórios que constituem a nossa actualidade, tendo, regra geral, como guia conhecimentos e conceitos das chamadas ciências sociais e humanas. A ligação directa ao presente, de modo a apreender na contingência e no quotidiano aquilo que dá forma ao nosso tempo e nos permite nomear a época de que somos contemporâneos, é a marca mais saliente destes textos. No seu conjunto, eles vão descrevendo as tonalidades epocais, a partir de «sintomas» amplificados pelos media ou de manifestações de superfície.
  • Laocoonte ou sobre as fronteiras da pintura e poesia Quick View
    • Laocoonte ou sobre as fronteiras da pintura e poesia Quick View
    • Laocoonte ou sobre as fronteiras da pintura e poesia

    • 18.00
    • Adicionar
    • G. E. Lessing Antígona 2021 | 9789726083672 | 320 pp. Laocoonte arrancou-nos à desajeitada região da intuição para entrarmos nos livres territórios celestiais do pensamento. (Goethe) Laocoonte ou sobre as Fronteiras da Pintura e Poesia (1766), obra fundadora da estética moderna, moldou desde a sua publicação debates em torno da crítica e da teoria da percepção, influenciando áreas como a teoria da literatura e a história de arte. Estudo sobre o famoso grupo escultórico, provavelmente do século II a.C. — que retrata o suplício do sacerdote troiano e dos seus filhos, episódio narrado por Vergílio na Eneida —, Laocoonte foi um dos primeiros ensaios a abordar a natureza da poesia, como arte do tempo, e da pintura, como arte do espaço, traçando os seus limites, diferenças e domínios específicos, ao mesmo tempo que operou uma verdadeira libertação do ut pictura poesis horaciano.
  • A Colina Que Subimos – Um poema inaugural Quick View
    • A Colina Que Subimos – Um poema inaugural Quick View
    • A Colina Que Subimos – Um poema inaugural

    • 10.90
    • Adicionar
    • Amanda Gorman Editorial Presença 2021 | 9789722367455 | 64 pp. A 20 de janeiro de 2021, Amanda Gorman tornou-se a sexta e mais jovem poeta a ler um poema na tomada de posse presidencial. Depois do discurso do 46º presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, Amanda subiu ao palco e conquistou o país e o mundo. A Colina Que Subimos - Um poema inaugural pode agora ser lido e partilhado nesta edição bilingue, com tradução de Carla Fernandes. Um livro para oferecer, ler e reler, que celebra a promessa da América e afirma o poder da poesia.
  • Vita Nova Quick View
    • Vita Nova Quick View
    • Vita Nova

    • Ler mais
    • Louise GlucK Relógio d`Água 2021 | 9789897831300 | 120 pp. Vita Nova, que vários críticos consideram uma das mais significativas recolhas poéticas de Louise Glück, é uma sequência de poemas que dramatiza o final de uma relação e o início de uma vida nova.
  • Pão seco Quick View
    • Pão seco Quick View
    • Pão seco

    • 15.00
    • Adicionar
    • ,
    • Muhammad Chukri Antigona. 2021 2021 | 9789726083849 | 208 pp. «Ergui a cabeça para o céu. É mais nu que a terra.» Quando a fome grassa no Rife, uma família parte para Tânger em busca de uma vida melhor. Nas noites passadas ao relento, nos becos da cidade, o pequeno Muhammad, orgulhoso e insolente, descobre a injustiça e a compaixão, a tirania da autoridade, a loucura labiríntica da miséria, o consolo das drogas, do sexo e do álcool. E é na prisão que um companheiro lhe desvenda as maravilhas da leitura, mudando para sempre a sua vida. Estreia do autor em Portugal, em tradução directa do árabe, «Verdadeiro documento do desespero humano» (Tennessee Williams), obra de culto proibida até recentemente nos países árabes por tocar em tabus da sociedade magrebina, este avassalador romance autobiográfico consagrou o autor e continua a iluminar o caminho de várias gerações de renegados marroquinos.
  • Figuras numa Paisagem Quick View
    • Figuras numa Paisagem Quick View
    • Figuras numa Paisagem

    • 24.00
    • Adicionar
    • , ,
    • Paul Theroux Quetzal 2021 | 9789897225703 | 568 pp. Entrada essencial no vasto universo de Theroux e na sua constante procura pelo autêntico dos lugares, das pessoas e dos livros. Nesta sequência de grandes lugares, pessoas e prosas, os ensaios de viagem levam-nos ao Equador, ao Zimbabwe, ao Havai e muito além; as pérolas de crítica literária revelam fascinantes profundezas (e facetas pouco conhecidas) nas obras de Henry David Thoreau, Graham Greene, Joseph Conrad e Georges Simenon, entre outros; e a série de impressionantes perfis pessoais levam-nos numa viagem aérea com Elizabeth Taylor, a envolver-nos com a neurologia de rua de Oliver Sacks e a explorar Nova Iorque com Robin Williams. A este variadíssimo leque de temas, experiências, gostos, encontros, autores, celebridades, artistas e geografias não podiam faltar as reflexões mais íntimas e as histórias e recordações mais pessoais e familiares - em textos como «O verdadeiro eu: uma recordação», «A vida e a revista Life» ou «Paizinho querido: recordações do meu…
  • Pessoas Comuns Quick View
    • Pessoas Comuns Quick View
    • Pessoas Comuns

    • 18.80
    • Adicionar
    • ,
    • Diana Evans Quetzal 2021 | 9789897226359 | 400 pp. O livro abre com uma festa particular de celebração pela primeira eleição de Barack Obama. A lista de convidados compõe-se de pessoas interessantes, bonitas, talentosas, promissoras, e bem-sucedidas, entre os 30 e os 40 anos. Aqui encontramos pela primeira vez o casal formado por Melissa e Michael: ele, um executivo de ascendência jamaicana; ela, jornalista de ascendência nigeriana. Têm dois filhos pequenos e sentem já o efeito da erosão do tempo e do quotidiano na relação. Também em Londres, mais a sul, vivem os amigos Stephanie e Damian: ele, filho de um ativista político de Trinidad; ela, filha de um empresário branco e de mãe indiana. Têm três filhos. São estas as principais personagens e é através delas que se faz a astuta observação do casamento moderno, da maternidade e da paternidade.
  • As pequenas Virtudes Quick View
    • As pequenas Virtudes Quick View
    • As pequenas Virtudes

    • 16.50
    • Adicionar
    • Natalia Ginzburg Relógio d`Água 2021 | 9789897831492 | 152 pp. Entre 1944 e 1962, Natalia Ginzburg escreveu um conjunto de onze ensaios de pendor autobiográfico. São textos essenciais, o legado de uma das mais importantes escritoras do século XX, que viveu retirada no campo com o marido durante o governo de Mussolini e nos anos 60 se deslocou para Londres. Por eles, passam as suas impressões sobre a juventude e a idade adulta, as consequências da guerra, o medo, a pobreza e a solidão, as recordações de Cesare Pavese e a experiência de ser mãe e mulher quando se é escritora. São páginas de uma perturbadora beleza, lúcidas, plenas de sabedoria, testemunho de uma escrita capaz de transformar objectos e experiências quotidianos em assuntos de grande significado sobre os quais o tempo parece não passar.
  • A absolvição Quick View
    • A absolvição Quick View
    • A absolvição

    • 18.80
    • Adicionar
    • ,
    • Yrsa Sigurdardóttir Quetzal 2021 | 9789897224577 | 432 pp. Todos viram o filme no Snapchat: a vítima aterrorizada a pedir perdão. Depois, nas câmaras de segurança do cinema, a polícia observou um encapuzado a arrastar o corpo da rapariga para o exterior, através da porta das traseiras. Estaria ela morta? Muito provavelmente. Quando, por fim, o cadáver foi encontrado, este estava marcado com um número - o 2. O detetive Huldar, da polícia de Reiquejavique, foi chamado a integrar a investigação. E Freyja, a psicóloga que faz dupla com ele em várias investigações, foi igualmente convocada para entrevistar as amigas adolescentes da vítima.
  • O Duelo Quick View
    • O Duelo Quick View
    • O Duelo

    • 14.00
    • Adicionar
    • ,
    • Heinrich Von Kleist Relógio d`Água 2021 | 9789897831515 | 72 pp. “Como todas as outras suas novelas, ‘O Duelo’ não é uma narrativa sem tempo nem lugar, nela vemos homens e mulheres historicamente determinados, socialmente reconhecíveis, serem subitamente arrastados por um furacão que transforma as suas vidas e as converte num enigma: aquela que está inocente, Littegarde, encontra-se no ponto imóvel de uma tormenta, aí vê o mundo ruir, tornar-se demoníaco.” [Do Posfácio de Maria Filomena Molder] Livro intimista e poético, em que o autor conta a sua própria história, com ilustrações expressivas que acrescentam informação, como uma dupla narrativa. História comovente que aborda a questão da gaguez e todas as suas implicações emocionais, mas que termina com um final de superação.
  • Direito de Propriedade Quick View
    • Direito de Propriedade Quick View
    • Direito de Propriedade

    • 17.00
    • Adicionar
    • ,
    • Deborah Levy Relógio d`Água 2021 | 9789897831591 | 160 pp. “Três bicicletas. Sete fantasmas. Um bloco de apartamentos degradados numa colina. Fama. Ternura. A estátua do Peter Pan. Seda. Melancolia. A bananeira. A pandemia. Uma história de amor.” De uma das mais reflexivas escritoras do nosso tempo chega o aguardado volume final da série Autobiografia Viva, um livro divertido, desafiante e corajosamente íntimo sobre o que é estar em casa e os espectros que a assombram.
  • Intervenções Quick View
    • Intervenções Quick View
    • Intervenções

    • 20.90
    • Adicionar
    • Michel Houllebecq Alfaguara 2021 | 9789897842078 | 384 Literatura, religião, fé, arte, filosofia, feminismo, conservadorismo, amor neste volume de textos, Michel Houellebecq regressa aos temas que sempre lhe interessaram, para dar a conhecer os pontos de vista que o têm celebrizado: frequentemente polémicos, quase sempre provocadores, sempre estimulantes. Neste primeiro livro de opinião publicado em Portugal onde encontramos o escritor a fazer um elogio a Trump ou numa conversa íntima com um amigo escritor, a defender o conservadorismo moderado ou a exaltar a literatura e o amor, temos um Michel Houellebecq mais directo, mais despido do filtro da ficção, sempre fascinante. Vemos um homem que calha ser um dos escritores mais relevantes do presente de pensamento absolutamente livre, impossível de definir com rótulos simplistas, um analista implacável daquilo a que chama a comunidade humana.
  • De Noite Todo o Sangue é Negro Quick View
    • De Noite Todo o Sangue é Negro Quick View
    • De Noite Todo o Sangue é Negro

    • 18.00
    • Adicionar
    • ,
    • David Diop Relógio d`Água 2021 | 9789897831638 | 128 PP. Numa manhã da Primeira Guerra Mundial, o capitão Armand comanda o ataque contra o inimigo alemão. Os soldados avançam. Entre eles estão Alfa Ndiaye e Mademba Diop, dois atiradores senegaleses que combatem sob a bandeira francesa. Alguns metros à frente da trincheira de onde saiu, Mademba Diop cai ferido de morte sob o olhar de Alfa, seu amigo de infância e mais do que irmão. Alfa vê-se sozinho no meio do caos do grande massacre das trincheiras, e a sua mente é abalada. Ele, ainda há pouco um camponês africano, vai distribuir a morte numa terra desconhecida. Espalha a violência e semeia o terror, a ponto de amedrontar os próprios camaradas. Deslocado para a Retaguarda, recorda o seu passado em África, um mundo ao mesmo tempo perdido e ressuscitado, cuja evocação é, só por si, um ato de resistência à primeira grande carnificina da era moderna.
  • “Diz-lhe que Estás Ocupado” Conversas com  Alexandre O’Neill Quick View
    • “Diz-lhe que Estás Ocupado” Conversas com  Alexandre O’Neill Quick View
    • “Diz-lhe que Estás Ocupado” Conversas com Alexandre O’Neill

    • 14.90
    • Adicionar
    • AA VV Tinta da China 2021 | 9789896716158 | 190 PP. O’Neill dizia que não era avesso a entrevistas, mas a verdade é que nem sempre foi fácil fazer‑lhe uma. Mais fácil terá sido conversar sem plano prévio. Fernando Assis Pacheco conta‑nos que era «tão bom conversador como sovina nas respostas dactilografadas». As entrevistas reunidas neste volume abrangem um período temporal significativo: de 1944 a 1985. Nelas fala‑se do surrealismo português, do qual O’Neill se afastou, mas que também não deixou de elogiar; fala‑se de Portugal, uma das suas preocupações mais constantes (antes e depois do 25 de Abril); fala‑se do famoso «Há mar e mar, há ir e voltar», que lhe devia ter rendido uma fortuna em direitos de autor, e das participações polémicas em programas de televisão. Falando de tudo isto, não deixa nunca de se falar da poesia, a melhor forma que arranjou para comunicar. «As entrevistas de O’Neill são paratextos significativos para a configuração da sua personalidade literária…
  • FAHRENHEITT 451 – Novela Gráfica Quick View
    • FAHRENHEITT 451 – Novela Gráfica Quick View
    • FAHRENHEITT 451 – Novela Gráfica

    • 17.00
    • Adicionar
    • ,
    • Ray Bradbury e Tim Hamilton Relógio d`Água 2021 | 9789897830723 | 168 PP. Fahrenheit 451 é a adaptação da clássica distopia de Ray Bradbury a romance gráfico, pela mão de Tim Hamilton. A história é a que conhecemos: Guy Montag é bombeiro, numa sociedade em que os bombeiros estão encarregados de destruir pelo fogo a mais ilegal das comodidades, os livros, bem como as casas que os albergam. As ilustrações de Hamilton dão uma energia electrizante ao clássico de Bradbury, que autorizou e prefaciou esta adaptação.
  • Balada para Sophie Quick View
    • Balada para Sophie Quick View
    • Balada para Sophie

    • 36.00
    • Adicionar
    • ,
    • Filipe Melo e Juan Cavia Companhia das Letras 2021 | 9789897842825 | 320 PP. A vida de Julien Dubois, pianista de sucesso, confunde-se com a história da Europa do século XX. Desencantado e misantropo, vive a reforma numa velha mansão, com um gato e uma governanta por companhia. Um dia, é visitado por uma jovem jornalista que o incita a contar a sua verdadeira história. Nas paredes da casa, saturadas de fumo de cigarro e de velhas memórias, ressoa a confissão de uma vida feita de rivalidade, desamor e arrependimento. Balada para Sophie é uma deslumbrante novela gráfica de uma das duplas mais consagradas da Banda Desenhada em Portugal.
  • As Crónicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e  o Guarda-Roupa (n.º 2) Quick View
    • As Crónicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e  o Guarda-Roupa (n.º 2) Quick View
    • As Crónicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (n.º 2)

    • 10.90
    • Adicionar
    • ,
    • C.S. Lewis Ed. Presença 2021 | 9789722367226 | 168 pp. Publicado em 1950, O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa é o segundo volume de uma das séries mais adoradas por várias gerações. A aventura começa durante a Segunda Guerra Mundial, quando Peter, Lucy, Edmund e Susan são obrigados a sair de Londres e a instalar-se numa pequena cidade em Inglaterra, na casa de um professor solteirão. Enquanto exploram a mansão, Lucy descobre uma passagem secreta muito especial no guarda-roupa do velho professor. Uma passagem que dá acesso a um mundo refém de um perpétuo inverno, por causa da magia da Feiticeira Branca. Tudo parece perdido, mas alguns ainda esperam e sonham com o regresso de Aslan, o criador solar das terras de Nárnia.